Dia Mais, estacionamento rotativo e Forcri, são assuntos da reunião da Diretoria da CDL

05/04/2019

A reunião mensal da diretoria da CDL aconteceu nesta quinta-feira à noite, quando foram discutidos vários assuntos, entre eles o Dia Mais, o Dia Estendido, o estacionamento rotativo e a reunião da Forcri, que aconteceu na última semana na sede da Aciva. A reunião aconteceu na sede da CDL.

A respeito do Dia Mais, e diante da polêmica que sempre surge quanto ao melhor sábado para que o mesmo aconteça, foi decidido que continuará sendo realizado no segundo sábado de cada mês. Para o presidente da CDL, Luiz Gonzaga Pereira, a data deve ser fixa, sem alterações. “Isso evita que o lojista, e principalmente o consumidor, tenham dúvidas quando o Dia Mais será realizado. Mudar a data de acordo com o dia do mês ou proximidade com algum evento comemorativo, acaba confundindo todo mundo”, afirma o presidente. Com relação às datas comemorativas que ficam longe do Dia Mais, existe o Dia Estendido, cujo calendário será definido na assembleia do Sindilojas, no dia 11 de abril. Os próximos Dia Mais e Dia Estendido serão em 13 e 20 de abril, respectivamente.

Sobre o estacionamento rotativo, foi levado ao conhecimento da diretoria que a prefeitura está montando o processo de licitação para contratação da empresa que dará continuidade ao serviço, uma vez que o prazo da atual está em vias de encerramento. Há uma preocupação da CDL com relação ao tempo hábil desse processo, pois a empresa atual não demonstrou interesse em continuar, o que poderá deixar a cidade sem estacionamento rotativo por algum tempo.

Como último assunto da reunião, Gonzaga falou sobre a sua participação na reunião com representantes do Fórum das Entidades de Criciúma (Forcri), na semana passada na sede a Aciva. Na ocasião, a Forcri solicitou o apoio das entidades de Araranguá, no sentido de pedir ao governador Carlos Moisés da Silva, a criação de Planos de Desenvolvimento Regionais para alavancar a economia do sul do Estado. Foi redigido então um ofício, apontando as atividades econômicas mais prejudicadas atualmente na região, documento este que pede ainda um plano mais abrangente, que envolva os interesses de toda a região sul. O ofício, que foi assinado por representantes da classe lojista e outras entidades locais, será encaminhado ao governador na noite de sexta-feira, em nova reunião da Forcri, no município de Tubarão.

Imagens

Outras notícias